15 de janeiro de 2012

Férias, i love you!

Eu passei todos os dias do ano de 2o11 desejando férias, mesmo quando ainda era janeiro e mal havia começado as aulas. Passei cada segundo daquele ano rezando e escrevendo aqui no meu blog como eu queria que tudo acabasse. Não, Não estou sentindo falta.. ainda não.
Mas essas férias estão sendo curtidas na medida certa. Dormir além da hora é maravilhoso, acordar e não ter responsabilidades com horário é melhor ainda, poder sair a noite e entrar em boates sem medo de ser barrada é uma ideia legal, curtir com amigos, ver filminho com namorado, cinema, compras, gastos e mais gastos.. Pois é, vou sentir falta disso eu sei.
 Ontem foi dia de praia, aqui na ilha de Paquetá o clima estava: super-mega abafado, pois é, eu tava meio caída, aqueles dias que mulheres não quer nada mais que sorvete, chocolate e cama por 24 horas. Mas os meninos me tiraram de casa, e quer saber? Foi a melhor coisa que eu fiz, a praia foi maravilhosa e para finalizar bem o dia, uma social aqui 'em casa', com direito a gargalhadas, fotos, bebidas, músicas velhas da sky, tira gosto e pipocas.. É, eu vou sentir falta disso.

14 de janeiro de 2012

Meu primeiro voo.

Na verdade saímos as duas horas da madrugada, daquela pracinha estilo 'mini-séries' da globo. O Ônibus estava levando todos os 30 alunos para São Paulo, onde pegaríamos então o tal avião da frankfül -se eu não me engano-. 
Depois de litros de lágrimas, estava eu lá, plantada no aeroporto, mostrando ser bem brasileira, fiz uma roda de amigos, sentamos no chão e começamos a cantar músicas estilo, 'brasileirinho', 'isto aqui o que é' e enfim. Eu estava com aquele frio na barriga enorme que todos ja sentiram, era a primeira vez que eu iria voar, o avião nunca chegou tão perto de mim, como aquele dia chegaria. Dei tchau para minha mala verde com pompons, cheia de tristeza, mas.. Peguei minhas passagens com destino a tão maravilhosa Alemanha, ai que país maravilhoso. Pois é, naquele meio de 30 alunos entre eles algumas amigas, eu me sentia super só e com saudade do colo da minha mãe. Não caia bem a ideia de subir naquele avião e sentar ao lado de um estranho. Fomos lá, depois de mil roletas e travas e enfins, o corredorzinho que eu nunca iria imaginar, me levou ao meu lugar.
Claro que eu não reparei direito e vi C4 se não me engano, sentei na janela e me aconcheguei. De repente escuto aquela vozinha chata e irritante 'esse lugar é meu'. Pois é, imagine uma irmã mais velha, pentelha, que vive no seu pé, do tipo que te belisca e diz que você deu-lhe um tapa, era ela mesmo, minha prima, criada comigo a tal da Liliane Magalhães. Meu lugar era na verdade na cadeira ao lado da dela, que era a da janela - imagine um rosto de entediada master agora. 
Pois é, não de muita ideia a ela não, -naquele momento não entendia o tamanho da importância que era a minha primeira viagem de avião ao lado da minha quase irmã, imagine lagrimas e emoção agora rs. O avião subiu e da-lhe chicletes para diminuir o tal nervoso, passamos por cima de 'Fortaleza' e não contemos a emoção, foi nosso abraço de imaginar que nossa família toda em peso estava naquele lugar e que enfim estávamos tão perto. Lembro que dormi, acordei, vi filme, ela me acordou de novo para comer, eu a cobri quando estava dormindo, conversamos sobre os países que sobrevoávamos... 
Sabe neste momento to emocionada de lembrar. Ela resolveu passar mal, ficou roxa, depois meio azulada, por fim super amarela e quis vomitar, eu me desesperei, tentei ajudar, fiquei nervosa, chorei de nervoso, essas coisas sabe? Que 14 horas dentro de um avião proporcionam, rs. 
Hora de descer prima, é, fomos as duas, pegamos o sacos plastico e começamos a assopra-lo desesperadamente, pois p enjoo era enorme, foi uma cena engraçada, eu não sabia se passa mal por mim só, ou socorria ela que já estava ficando roxa de novo. Sabe, minha primeira viagem de avião foi um sucesso de lembranças gostosas, esse momento estou em Paquetá e sempre avisto os aviões super perto, então lembrei dessas cenas e vim correndo escrever.

Até porque daqui a alguns meses esta vindo mais 
uma viagem para mim, estou partindo desta vez a Fortaleza,
 que sonho não? depois de 14 anos vou votar lá.
 Pena que dessa vez não vou acompanhada dela..

11 de janeiro de 2012

O Cebolinha me ensinou que (...)

Com o Cebolinha eu aprendi que tenho que, ter força de vontade e sempre querer mais do que tenho, sonhar alto, e nunca deixar de correr atras. Aprendi que apanhar na vida é normal, mas que nenhuma coelhada vai me fazer parar de tentar alcançar aquilo que eu quero. Com ele eu aprendi que, aquele que mais te critica é aquele que na verdade mais te admira. Não precisa ligar para as aparências, ter cinco fios de cabelo e trocar letras não te faz ser anormal, e que, falar seus sentimentos, abrir seu coração e ser sincero é sempre a melhor escolha. Foi ele quem me ensinou que a inteligencia não é dom. é um querer seu, e os estudos fazem parte dela, para você ser alguém na vida, troque os 'erres' pelos 'eles' ou não, rs. Meu personagem preferido é o que eu mais me identifico e tenho que citar que, além disso tudo, sua cor preferida é verde.

Obrigada Cebolinha por me ensinar tanta coisa e por existir.
Obrigada antes de tudo a você, Mauricio de Sousa,
 por criar personagens tão maravilhosos!

A Magali me ensinou que (...)

Todo amor que existe no mundo nós mesmo quem criamos e devemos sempre preserva-los, me ensinou que não devemos amar somente familiares, ou amigos, mas o mundo em si, a natureza e principalmente os bichinhos de estimação, aqueles que tanto nos amam e nos fazem companhia. Ela é aquela guerreira que faz tudo para salvar seus amigos e sempre arruma uma solução para os problemas, sem ser agressiva ou impassiva. Ela me ensinou que para tudo se dar um jeito ter que arrancar os cabelos antes da hora, também fez questão de me mostrar que amor duradouro existe mesmo e está ai para mostrar. Com ela eu aprendi que a saúde é importante e que cuidados com o corpo fazem a diferença.. Aprendi a ser meiga, carinhosa e educada, e que todos essas atitudes são importante para uma jovem adorável.

Obrigada Magali, por ser meiga e me ensinar que
 basta pensar antes de agir com cabeça quente.
Obrigada Mauricio antes, por existir e
 fazer-me tão feliz com seus personagens.

10 de janeiro de 2012

Com o Cascão eu aprendi que (...)

Com ele eu aprendi que a vida deve ser curtida, bem vivida e amada, que os conselhos daqueles que te amam devem ser escutados, não significa que devem ser seguidos, mas apenas escutados. Foi ele que me ensinou que os amigos gostam de você do jeito que você é, e aceitam sua personalidade sem querer te mudar, goste você de banho ou não rs, seja você linguarudo e o 'boca aberta' que sempre estraga os planos, rs. Ele me mostrou que pular de muros em muros de faz sentir mais livre e que as vezes você so deseja isso, ser livre, feliz e ser quem você verdadeiramente é. Não ligar por ter quantos anos for e gostar de mangás ou seriados infantis. Foi ele que me mostrou também que um amor pode durar um tempo eterno e que todo amor deve ser bem guardado!

Obrigada por existir e me ensinar tantas coisas, meu amigo, Cascão!
Obrigada você, Mauricio de Sousa, antes de tudo,
 pelo seu trabalho maravilhoso, sou sua fã.

A Mônica me ensinou que (...)

Com ela eu aprendi que nem toda força do mundo que você tenha, te faz caminhar no mundo se estiver só. Aprendi que não importa a aparência, sempre vai existir aquele que te ama de verdade, mesmo que você seja magra demais, ou gorda demais, que tenha dentões enormes ou cabelo de 'banana'. Foi ela quem me ensinou que, você deve fazer de tudo para ajudar aqueles que gostam de você, que devemos ter amor no coração e quanto mais cativamos mais ganhamos. Ela me ensinou a ser forte, guerreira e acreditar que tenho poderes que nem mesmo eu acredito! Sonhe, pois os sonhos podem sim se realizar e mesmo que seja um quase impossível, o gostoso é sonhar!

Obrigada Mônica, minha amiga, eu sou super sua fã!
Mauricio de Sousa obrigado a você, antes de tudo, 
por existir e criar seus personagens tão especiais p. mim.

9 de janeiro de 2012

Vinte e cinco meses vivendo a dois.

Sabe, nesse momento eu me perdi pensando, nossa nunca pensei que chegaria a tanto tempo com uma pessoa, mas também, sendo muito sincera, eu nunca fico esperando estar bastante tempo com alguém, não fico sonhando, não mais. Eu apenas deixo acontecer, deixo que os dias se passem e não tenho vergonha der cada manhã olhar para você ainda deitada e dizer: eu simplesmente te amo! 
Bom, acho que aqui eu revelo o segredo para tanto amor e tanto tempo junto com alguém, sem separações ou traições, pois um casal com mais de 50 anos juntos disse-me que era esse e a verdade é que eu ja o pratico, pois é. Muito obrigada meu amor por esses 25 meses junto comigo, tão pouco tempo, mas tão profundos..
eu te amo demais.

6 de janeiro de 2012

Dezoito primaveras

Depois de um bom tempo, ja venho me desculpando, venho, agora para escrever desse dia de hoje tão especial para mim e mais alguns que me rodeiam. Mais para aqueles que me rodeiam, porque eu nunca curti muito aniversário, uma ideia que vem mudando a um tempo já né.

Pois é, 18 anos, como a gente espera por esses dois numerosinhos juntos completando a nossa idade não é mesmo? Como nós o idealizamos.. Mas sabe de uma coisa? Para mim não é nada demais, não há nada de diferente e eu ainda me sino com meus 14 aninhos.. Convenhamos que pelo fato de ter passado por muitas coisas na vida, ainda nova, eu acabei carregando comigo uma maturidade precoce, então não ganhei ela agora com meus 18 anos, pelos mesmos motivos minhas responsabilidades vieram muito cedo, enquanto meninas de 14 anos se preocupavam com maquiagens e roupas para uma festa, eu me preocupava onde iria dormir e o que levar dentro na mochila, para qualquer ocasião. Pois é, também não ganhei depois de 18 a responsabilidade. 

Hoje eu estou feliz, afinal de contas está sendo comemorado por mim e todos que me amam, (mesmo longe), o dia em que nasci, foi um dia importante e mudou a vida de muita gente. Eu não sou apenas uma menina que agora completa 18 anos e escreve no seu blog. Eu criei uma mulher dentro de mim que agora confessa palavras que antes estavam presas em seu pensamento.

É minha gente, vibrem junto comigo, pois mesmo que eu não sinta aquele prazer de estar fazendo 18tão e sentindo aquela mudança de '' ah! agora eu tenho responsabilidades, sou maior de idade', estou feliz.
Hoje é o dia dos três reis magos também né, eu fico muito feliz por isso, foram os primeiros a levarem presentes ao meu melhor amigo, Jesus, assim que ele nasceu, pois é, eles seguiram a estrela até lá. De certa forma essa história se entrelaça e me conquista.. Talvez eu seja uma estrela, bela e linda, ou apenas sigo a mesma que levaram os reis... Enfim, estou fazendo 18 anos e cada vez mais eu sinto estar me descobrindo..

Dia seis de janeiro de 2012 - feliz aniversário pra mim *-*
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...