6 de janeiro de 2015

Que comecem as aventuras

A vida estava um pouco bagunçada, não estava naquele momento do livro que sentimos o autor enrolando e mantendo a história inerte, mas estava de pernas para o ar. Digamos que eu estivesse andando sem um objetivo, ou sem uma posição. Nunca esqueci meus planos e sonhos para o futuro, mas com certeza a seis meses atrás eu tinha os guardado a sete chaves dentro de uma gaveta com um fundo falso.

Espera! Eu acordei durante uma madrugada engasgada comigo mesma, eu não estou na minha faculdade de jornalismo, larguei de lado a ideia de estudar pedagogia e de longe me sentia animada para retornar aos estudos, ainda mais depois de um golpe que tomei sobre um curso que fiz.

Parei para analisar a vida e com uma borracha imaginária, depois de horas me martirizando, fui apagando dos meus pensamentos coisas as quais eu não poderia mais priorizar, como se assim eu estivesse reescrevendo minha história. Aquela noite foi bastante interessante.

Ainda a uns cinco meses atrás, voltei a tentar organizar meus pensamentos e vida por diversas vezes e em um momento de reflexão cheguei a conclusão mais obvia de todas, aquela que uso como segredo para conseguir enfrentar tantas coisas e tantos desafios desde tão cedo.

''As coisas acontecem como e quando tem que acontecer, se você idealiza coisas boas e que te faça bem, corra atrás do que sabe que lhe trará felicidade, saiba analisar o que é de fato felicidade, não se deixe enganar pelas maldades que o mundo lhe oferece e ignore o que de ruim já passou, pois passado só serve de uma coisa, lição''

Esse pensamento acalmou meu coração e eu dei meu primeiro passo atrás do que realmente me trás e eu sabia que traria ainda mais, felicidade de verdade. Acreditar que nada acontece por acaso e que tudo há um proposito, sem duvida é meu maior segredo de força! Foi mais ou menos um mês depois que me vi sem chão com a maior e melhor novidade da minha vida. Que as comecem as aventuras
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...